ESPAÇO DEDICADO AO FADO E AOS AMANTES DO FADO SÁBADOS E DOMINGOS ENTRE AS 9 E AS 10 HORAS NA SESIMBRA FM 103.9 APRESENTAÇÃO DE ALBERTO SILVA Pode ouvir através da Internet www.radios.pt

10/06/2010

CANTINHO DA POESIA

A NOITE EM ALFAMA






Cai a noite em Alfama
Tudo se movimenta, começa a alegria
Por vezes a algazarra
Chegam turistas músicos e fadistas
Abrem-se as portas do fado
E a devoção vai começar

Uns escutam, outros tocam, outros cantam
O mesmo sentimento, a mesma paixão
Parecem que estão numa reza
Talvez a mesma oração
Que fala do destino e da saudade
É o nosso fado

Horas mortas, Alfama não dorme
Os fadistas reúnem-se
Já não há turistas
Ficaram os artistas
Ouvem-se as guitarras a trinar
E vozes a cantar

Alfama adormeceu e acordou
Ao som da sua cantiga
E outro dia aí está
Com o céu de Lisboa e o Tejo a seus pés
Companheiros de muitas vidas
Eternizado numa letra dum fado, que é deles

9 de Junho de 2010
Autor: Alberto Silva

Sem comentários: