ESPAÇO DEDICADO AO FADO E AOS AMANTES DO FADO SÁBADOS E DOMINGOS ENTRE AS 9 E AS 10 HORAS NA SESIMBRA FM 103.9 APRESENTAÇÃO DE ALBERTO SILVA Pode ouvir através da Internet www.radios.pt

16/02/2010

CANTINHO DA POESIA

È com todo o prazer que publicamos um poema enviado pela poetisa e fadista Maria de Lurdes Brás, trata-se de mais um poema de sua autoria.



MARIA DO FADO

Só sei que foi em Setembro
Foi de noite não me lembro
Era pequena de mais
Nasceu um pequeno ser
Foi alegria a valer
A felicidade dos pais


A infância repleta
Juventude completa
Saúde, amor e carinho
Sonhava um dia cantar
Ganhei mais tarde um lugar
No fado tenho um cantinho


Já passaram alguns anos
Desilusões e enganos
Tristezas e alegrias
Tempestades e bonanças
Meses cheios de esperanças
Esperando melhores dias


Viver feliz no momento
Sem queixas e sem lamento
Nem coração magoado
Deus me permite a alegria
Ter fado por companhia
Sou a Maria do fado



Maria de Lurdes Brás

Sem comentários: